Madeiras

Madeiras

Madeira Termomodificada

Imagem de Produto Icon

A madeira termo-modificada é resultante de tratamento térmico severo que resulta numa madeira durável e mais estável face às condições climatéricas.

Termo-modificação: o processo

  • Processo tecnologicamente avançado que utiliza apenas calor e vapor de água. A madeira é submetida a ciclos de aquecimento a temperaturas entre 160 ºC e 230 ºC.
  • Alteração da estrutura molecular da madeira, conferindo-lhe propriedades semelhantes às das espécies tropicais.
  • Como referência, os produtos em pinho pinus pinaster apresentam uma redução superior a 50% nos movimentos de contração e dilatação comparativamente à madeira não tratada termicamente.
  • Potenciamento das características de madeiras da floresta endógena (pinho, freixo, eucalipto), e sua transformação em produtos de prestações técnicas e decorativas mais elevadas.
  • Não utilização de quaisquer compostos químicos no processo.
  • Os nossos produtos são produzidos utilizando o método desenvolvido pelo VTT. A madeira é aquecida a uma temperatura de pelo menos 180 graus Celsius enquanto é protegida com vapor de água. Além de fornecer proteção, o vapor de água também afeta as alterações químicas que acontecem na madeira. Como resultado deste tratamento, é criado um produto amigo do ambiente. A sua cor escurece, é mais estável do que a madeira normal em condições de mudança de humidade e amplitude térmica, e as suas propriedades de isolamento térmico são melhoradas. Se o tratamento for efetuado a uma temperatura elevada, também torna a madeira resistente à degradação ideal para aplicações de exterior.

O processo de termo-modificação pode ser dividido em três fases principais:

FASE 1. Aumento da temperatura e secagem a alta temperatura

  • Utilizando calor e vapor de água, a temperatura de secagem sobe rapidamente até próximo dos 100ºC.
  • A partir deste ponto, a temperatura é aumentada de forma regular até aos 130ºC, período durante o qual a secagem de alta temperatura acontece e o teor de humidade na madeira decresce quase até zero.
FASE 2. Tratamento térmico
  • À medida que a secagem de alta temperatura acontece, a temperatura dentro do secador aumenta para valores entre os 185ºC e os 230ºC. Quando o nível de temperatura é alcançado, a temperatura mantém-se constante durante 2 ou 3 horas, dependendo do resultado final pretendido.
FASE 3. Arrefecimento e acondicionamento da humidade
  • A fase final é efetuada para baixar a temperatura através do uso de sistemas de água atomizada; quando a temperatura atinge 80 – 90ºC, o teor de humidade é reposto para que no final do processo o teor de humidade na madeira se situe entre 6 – 7%.

Vantagens Técnicas

  • Durabilidade, a durabilidade dos nossos produtos faz deles uma excelente opção para exteriores.
  • Estabilidade dimensional, os produtos em pinus pinaster têm uma redução aproximada de 50% nos movimentos de dilatação e contração comparativamente à madeira não tratada
  • Potencia o tratamento da superfície, a retirada da resina e a melhoria da estabilidade garante uma melhor base para o tratamento da superfície das madeiras e melhora o aspeto visual do produto
  • Uniformidade da cor da madeira
  • Processo 100% ecológico, as madeiras utilizadas provêm de florestas renováveis de gestão sustentável. O tratamento térmico não requer qualquer aditivo químico.
  • Densidade (kgs por m3), a madeira termo-modificada tem uma menor densidade do que a madeira não tratada (cerca de 10% a inferior).
  • Dureza, a dureza dos produtos termo-modificados aumenta com o aumento das temperaturas do tratamento.
  • Redução Humidade de Equilíbrio, o tratamento térmico reduz o valor da humidade de equilíbrio em sensivelmente 50%.
  • Condutividade térmica, a madeira termo-modificada é reduzida entre 20 a 25% quando comparada com madeira não tratada
  • Durabilidade biológica e Resistência a insectos
  • Reduzidas Emissões Gasosas, cerca de 235 mg/m2h

Desvantagens

  • Aplicações estruturais, dadas as características referidas, não é recomendável a aplicação dos nossos produtos em aplicações que exijam bom comportamento estrutural.
  • Produtos termo-modificados não resistem, tal como os convencionais, aos efeitos dos raios ultravioleta devendo por isso ser preservadas as suas faces com óleos de proteção/preservação contra raios UV. Tratamentos de superfície são pois altamente recomendados.
  • Cheiro, o tratamento térmico na madeira tem um cheiro característico, mais ou menos agradável consoante a pessoa em causa.

Utilizações

  • Pavimento
  • Revestimento
  • Deck
  • Ripado

© 2019 Ferreira Martins & Filhos – Madeiras e Derivados, SA
Todos os direitos reservados | info@ferreiramartins.pt